Cadeira 32: Adalberto Santos

Adalberto Santos

 

Adalberto Santos, nascido na cidade Belém-Paraíba, no dia 20/ 05/1991. Aos 29 anos participa pela primeira vez de uma academia literária. Filho de Maria Suely e do também poeta Antônio Manoel, começou na poesia muito cedo, porém nunca teve a oportunidade de aprofundar-se nesse meio e agora com alguns concursos literário aonde ele participou , resolveu aderir e integrar uma cadeira cativa nessa academia, tendo como patrono o paraibano Manoel Batista.

 

Patrono

Manoel Batista

Manoel Batista, paraibano, filho natural de Alagoa Grande -PB nasceu em, 28/06/1945 foi visto por muito como uns dos maiores pinhoneiro do coco de embolada, fazendo diversas pelejas  com grandes poetas da época, fez muito sucesso na cidade de Belém-PB aonde fazia apresentações na feira livre e emissoras de rádio, com diversos cordéis e grandes desafios na embolada tornou-se um grande ícone da cultura popular nordestina. Manoel Batista deixou um legado a ser seguido e um grande acervo poético até o ano de 1993, ano de sua morte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>