Cadeira 34: El Gorrión

Poeta El Gorrión

 

Antônio de Pádua Gomes da Silva é o Poeta El Gorrión. O mesmo é diagramador, editor e cordelista. O poeta é membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba (ACVPB). Nasceu no dia 20 de Janeiro de 1968 em Aliança-PE, mas foi registrado como sendo nascido em Itatuba-PB. Seus pais José Antônio da Silva e Terezinha de Jesus Gomes da Silva (in memórian) os trouxeram para Itatuba ainda criança. O Poeta é graduado em Pedagogia pela UEPB, em Letras habilitação língua vernácula pela UFPB e pela UEPB Letras habilitação em língua espanhola. Especialista no Ensino da Língua Espanhola e Literaturas Hispano-americanas pela UEPB e em Ensino e Aprendizagem pela FACISA. Gorrión é professor efetivado nas cidades de Itatuba e Riachão do Bacamarte, ambas na Paraíba.Desde cedo, começou a ler folhetos em rodas de amigos e isto muito o influenciou a produzir sua poesia para ser recitada nas escola,saraus,entre os colegas e na igreja onde é evangélico.

Mas foi em contato com o poeta itabaianense Sander Lee, de quem é amigo, discípulo e admirador que deu dinamismo a sua produção poética. Com o tempo e o convívio com os poetas, ele passou a melhorar sua poesia e daí foi sendo aprimorada sua produção até que publicou seus cordéis como o faz até hoje. O poeta conta com mais de 50 títulos de cordel e em breve lançara um livro de poemas.

O poeta Gorrión participou de várias antologias:Eu sou como um passarinho nas asas da liberdade da Cordel Editora Gorrión,Cordelista contemporâneos da Editora Nordestina e Veloso,Além do cordel da editora Nordestina, Art em versos da Any editora,Vamos fazer poesia Vol.5 da editora Desfio,Cartas poéticas da Compose Edições literárias.Ultimamente o poeta ficou em primeiro lugar no concurso Cem anos de Jackson do Pandeiro,o rei do ritmo organizado pela Universidade Estadual da Paraíba.

 

 

Patrono

João Martins de Ataíde

 

João Martins de Ataíde nasceu em Cachoeira de Cebolas,onde hoje é a cidade Itatuba, povoado de Ingá do Bacamarte, Paraíba, segundo ele próprio em 23 de junho de 1880. Devido à seca de 1898, migrou para Pernambuco, radicando-se no Recife. Faleceu em Limoeiro (PE), em 1959.Publicou o seu primeiro folheto em 1908, impresso na Tipografia Moderna: Um preto e um branco apurando qualidades. Embora seja da primeira geração dos poetas de cordel, não pertenceu ao grupo que freqüentava a Popular Editora, de Francisco das Chagas Batista.
Sua admiração por Leandro Gomes de Barros não era correspondida. Ao contrário: por duas vezes foi destratado (na resposta ao folheto Discussão de Leandro Gomes de Barros com João Athayde e na contestação que recebeu o seu poema O marco do meio mundo). Para Ruth Terra, as respostas de Leandro, apesar de serem contraditas, revelam o seu reconhecimento da importância de Athayde. Em 1918, Athayde escreveu A pranteada morte do grande poeta Leandro Gomes de Barros.

Em 1921, adquiriu os direitos de publicação de toda a obra de Leandro e iniciou a re-publicação, inicialmente, se indicando como editor e, posteriormente, retirando a informação da autoria de Leandro.
A identificação dos folhetos acima referidos e outros, publicados antes de 1921, registra a criação poética de Athayde, não havendo dúvidas de que, além de editor, ele foi, efetivamente, um poeta da literatura popular.

Além de Leandro, vários poetas foram editados por Athayde. É com ele que se realizam profundas mudanças: a) na relação entre os poetas e o proprietário da gráfica; b) na apresentação gráfica dos folhetos. Ele fez surgir os contratos de edição com o pagamento de direitos de propriedade intelectual, o uso de subtítulos e preâmbulos em prosa e a sujeição da criação poética ao espaço disponível, fixando-se o padrão dos folhetos pelo número de páginas em múltiplos de quatro.João Martins de Athayde, no ano de 1949, após haver passado por um acidente vascular cerebral, se afastou da atividade de editor, vendeu a sua tipografia para José Bernardo da Silva, repassando-lhe os estoques e os direitos de edição sobre tudo o que publicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>