Cadeira 35: Andrade Lima

Andrade Lima

 

Damião de Andrade Lima, é artisticamente chamado de Andrade Lima. É Poeta, Escritor, Cordelista, Declamador, Glosador, Trovador, Repentista e Compositor. Filho dos agricultores, Bonifácio Vicente de Lima e Maria Ana de Andrade Lima. Nasceu em 09 de setembro de 1985, no Sítio Jatobá, São José Egito (PE). Em 2015, formou-se em Administração pela Faculdade Joaquim Nabuco e atua na profissão: Analista de Pessoal. Escreveu cordéis (autorais e em parcerias), participou de programas de Rádio e TV, concursos de trovas, festivais de poesia, coletâneas e antologias, com diversas premiações. Em outubro de 2019, através do Conselho Editorial do Pajeú, teve sua Obra “Redes de Poesia” premiada pela CEPE – Editora do Estado de Pernambuco e terá seu livro lançado. Publica poemas no Facebook e no Instagram @andrade_lima_andrade_lima.

Um comentário em “Cadeira 35: Andrade Lima”

  • IVAN PATRIOTA DE SIQUEIRA disse:

    Para CÉLIA PATRIOTA,
    minha sempre querida namorada,
    um soneto que fala um pouco do

    NOSSO NAMORO

    Esse é o nosso namoro que deu certo
    Duas almas se amando, se entregando
    A um amor que se quis e foi buscando
    Estar cada vez mais sempre bem perto.

    E essa cumplicidade a dois, decerto
    Por fazer tanto bem, foi aumentando
    No carinho e respeito mais se dando
    E fazendo esse amor tanto desperto.

    Um namoro que até então só deu
    Bons motivos pra serem memorados
    Nesses dois corações, o meu e o seu

    Por fazê-los, pra sempre, enamorados
    E que encanta assim mais, você e eu
    Nesse dia que é só dos namorados.

    IVAN PATRIOTA DE SIQUEIRA
    12.06.2020

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>