Cadeira 35: Ivan Patriota de Siqueira

 

 

 

 

Ivan Patriota de Siqueira, de São José do Egito-PE, é sobrinho dos irmãos poetas/cantadores Dimas, Otacílio e Lourival Batista Patriota. Aos 17 anos veio residir no Recife com a finalidade de estudar e trabalhar. Hoje é Servidor Público Federal aposentado, casado com Célia Patriota, dois filhos e uma neta.

A música e a poesia são dois grandes hobbies em sua vida.

 

Patrono

Louro do Pajeú

 

Lourival Batista Patriota, mais conhecido como Louro do Pajeú, nascido em São José do Egito-PE em 06.01.1915, vindo a falecer em 05.12.1992, era filho de Raimundo Joaquim Patriota e Severina Guedes Patriota, foi casado com Helena Marinho, filha do grande poeta Antônio Marinho, a Águia do Sertão. Começou sua carreira de poeta popular na década de 1930. Era o mais velho dos irmãos repentistas Dimas e Otacílio. Louro do Pajeú era considerado o “Rei do Trocadilho”, sempre satírico e rápido no improviso. Entre tantos grandes exemplos do seu improviso, essa décima, em que o poeta usa toda sua genialidade no trocadilho de letras, é uma das mais conhecidas de Louro:

É muito triste ser pobre
Pra mim é um mal perene
Trocando o “P” pelo “N”
É muito alegre ser nobre
Sendo com “C” fica cobre
Cobre figurado é ouro
Botando um ”T” fica touro
Como a carne, vendo a pele
O “T” sem o traço é “L”
Termino só sendo Louro.

Um comentário em “Cadeira 35: Ivan Patriota de Siqueira”

  • IVAN PATRIOTA DE SIQUEIRA disse:

    Para CÉLIA PATRIOTA,
    minha sempre querida namorada,
    um soneto que fala um pouco do

    NOSSO NAMORO

    Esse é o nosso namoro que deu certo
    Duas almas se amando, se entregando
    A um amor que se quis e foi buscando
    Estar cada vez mais sempre bem perto.

    E essa cumplicidade a dois, decerto
    Por fazer tanto bem, foi aumentando
    No carinho e respeito mais se dando
    E fazendo esse amor tanto desperto.

    Um namoro que até então só deu
    Bons motivos pra serem memorados
    Nesses dois corações, o meu e o seu

    Por fazê-los, pra sempre, enamorados
    E que encanta assim mais, você e eu
    Nesse dia que é só dos namorados.

    IVAN PATRIOTA DE SIQUEIRA
    12.06.2020

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>