Cadeira 38: Cris Moura

Ana Cristina Freitas de Moura

 

Ana Cristina Freitas de Moura, nascida em 07.06.69 em Fortaleza CE, é cidadã Limoeirense, oitava filha do poeta repentista já falecido, José Amâncio de Moura e da funcionária pública Maria Marina Freitas de Moura. Ana é Professora de História, especialista em Saúde Pública e em Educação para Saúde. Psicopedagoga faz Atendimento à Pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla na APAE- Limoeiro. Poetisa, vocalista, escritora e cordelista.

 

Patrono

 

Zé Amâncio

José Amâncio de Moura. Poeta nascido no Sítio Sapé, Limoeiro do Norte-Ceará em 11.08.24. Filho de agricultores, começou a ser violeiro somente aos 24 anos, desde então fez da arte profissão até o seu falecimento aos 63 anos. O poeta fez programas de rádio e ganhou vários festivais de cantoria, seu nome ficou imortalizado, ficou conhecido e lembrado pela sua genialidade poética.

Verso:
Essa vida que a minha vida envolve
Eu vou ver se com ela me envolvo
Este drama estou certo que resolvo
Se eu não resolver ninguém resolve
Com o tempo o amor se desenvolve
Eu não vou me envolver com mais ninguém
Para outro não se envolver também
E viver uma vida mal vivida
Minha vida envolvida leva a vida
Envolvida na vida de outro alguém.

Zé Amâncio: Antologia ilustrada dos cantadores pg 71.1982

Um comentário em “Cadeira 38: Cris Moura”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>