Cadeira 45: Elenilda Soares

Elenilda Soares

 

Antonia Elenilda Silva Soares, filha de João Soares do nascimento e Maria de Fátima Silva Soares. Nasci na Fazenda Campo Novo, interior de Santa Quitéria, meus pais eram agricultores e eu cresci ouvindo os cantadores de viola em uma programação da rádio, que passava nas manhãs, e depois de muitos anos. Foi em 2015 o meu primeiro contato de verdade que tive com a poesia, foi quando um amigo me presenteou um livro de Patativa do Assaré, quando li fiquei deslumbrada com a perfeição das rimas, e pensei acho que consigo fazer isso, e fiz meu primeiro poema que se chama”vocabulário nordestino”ele finalizou nas redes sociais chegando a mais de meio milhão de visualizações no Facebook mais de 10 mil compartilhamentos, sai em um jornal local aqui no Rio de Janeiro, conhecido como Nação Nordeste, desde então não parei mais de escrever. Sou membra da Academia Literária Clube da Poesia Nordestina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>