Cadeira 90: Diana Oliveira

 

Claudiana Ribeiro de Oliveira – Diana Oliveira (04/06/1986)

Natural de Itaporanga-Paraíba, Licenciada em Educação do Campo pela UFCG e Pós-Graduada em Libras e em Atendimento Educacional Especial – AEE.

Filha do casal agricultor: David Ribeiro Leite e Cacilda Oliveira Laú, Membro do Clã Cantinho. Teve seu primeiro contato com a poesia quando decidiu participar por incentivo de amigos e familiares de um Concurso Literário de Itaporanga, promovido pela Fundação José Francisco de Sousa, alcançando a posição 2ª na categoria erudita. Tem participações em varias antologias: O Poeta é um Fingidor – Tributo a Fernando Pessoa, Havia uma Pedra – Tributo a Drummont, Ecos do Nordeste Brasil- e participação especial como coautora do livro “O Amor à Nossa Terra é Nosso Orgulho Maior”, de idealização do poeta e escritor José Almeida, uma belíssima obra literária que reuni crônicas, poemas & personalidades da cidade de Itaporanga.

SER TÃO SIM SINHÔ

Venho aqui me apresentar
Por mode que carece
Sou amante da cultura
E do cacto que floresce
Eu sou Diana Oliveira
Pra quem não me conhece.

Foi no Sítio Cantinho
E no melhor mês do ano
Que nasci de forma rara
Em um parto pelviano
Bem longe da capital
No sertão paraibano.

Em meio a seca e a caatinga
Em um lar sem chaminé
Pelas mãos d’uma parteira
Instruída de amor e fé
Que apesar de experiente
Eu a assustei ao nascer em pé.

Simples e sem riqueza
E nem outros bens quaisquer
De origem sertaneja
Sem temer por ser mulher
Sigo firme pela estrada
E topo tudo que vier

Gente boa e sem frescura
Pode até não parecer
Baixinha e arretada
Como tu bem podes ver
Comedora de cuscuz
Que nem eu tá pra nascer.

Diana Oliveira

Patronesse

Maria Correia Filha

 

 

Maria Correia Filha,

Inesquecível professora, intelectual e escritora. Maria herdou o nome da mãe e era filha de José Correia da Silva, nascida no sítio Barrocão, município de Itaporanga, no dia 05 de junho de 1943.

Teve o primeiro contato com as letras ainda quando morava no sítio, vindo depois estudar no Grupo Escolar Simeão Leal e na Escola Normal Para Moças Padre Diniz, onde, mas tarde passou a lecionar Português e também as disciplinas: Educação Moral e Cívica e Organização Social e Política do Brasil (OSPB). Intelectual e Escritora, lançou seu primeiro livro: A Difícil Travessia, relatando a sua grande luta contra um câncer de mama, com quem travou uma intensa batalha durante vinte anos. Preparava a edição de um segundo livro que não chegou a concluir. Quando morou em João Pessoa, foi Professora de Português do Colégio Liliosa de Paiva Leite.

Era colaboradora do Jornal Folha do Vale, nas edições impressas e Online, onde era detentora de uma coluna em cada edição. Foi também professora do Colégio Diocesano Dom João da Mata, onde recentemente comandava a cadeira de Orientação Vocacional.

 

Um comentário em “Cadeira 90: Diana Oliveira”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>