Cadeira 109: Marcos Silva

Marcos Silva

 

Marcos Antônio da Silva, nasceu na cidade de Custódia (PE) no dia 16 de maio de 1974, filho de Odilon Caboclo da Silva e Veridiana Júlia da Silva (in memoriam), poeta cordelista já participou de vários cordéis coletivos e de duas antologias poéticas. Cordéis de sua autoria ( A porfia da raposa com o macaco, meu amigo da política, O Brasil de ponta a ponta, A culpa é do Whatsapp, Amor e fé, As nossas mães são assim, Coqueiro da Bahia em cordel e Desafio mal criado, em parceria com o poeta Troya D’souza.) casado com Luciene Maria da Silva, é pai de Yasmin Vitória da Silva. É membro efetivo da Academia Literária do Clube da Poesia Nordestina (ALCPN), ocupando a cadeira número 109.

Contatos com o autor: Whatsapp 11 982456202, e-mail marcosas74@gmail.com

 

Patrono

Odilon Nunes de Sá

 

Odilon Nunes de Sá foi uma das maiores expressões da poesia popular no sertão das Espinharas. Nasceu a 8 de dezembro de 1900, no sítio Riacho do Cipó, zona rural do antigo município de Patos, hoje, parte integrante do território de Santa Terezinha, estado da Paraíba. Foram seus pais Celso Nunes de Sá e Maria Nunes do Espírito Santo. Órfão de pai, aos 13 anos de idade, juntamente com seus cinco irmãos menores, teve que trabalhar para garantir o sustento de sua família.

3 comentários on “Cadeira 109: Marcos Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>