Cadeira 116: Mateus Santos

Mateus Santos

 

Mateus Santos, sou poeta e declamador da cidade de Belo Jardim-PE, comecei a admirar o cordel desde os 7 anos de idade, e até hoje convivo em meio à poesia. Vejo a poesia como um braço forte da cultura, quero me engajar nessa arte e possivelmente no futuro, ser um grande apoiador do cordel e da poesia. Faço cordéis todo dia, trato eles com carinho, me sinto diferente estando junto de artistas maravilhosos, que apóiam a cultura nordestina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>