Cadeira 88: Luís Laércio

Luís Laércio

 

Luís Laércio Gerônimo Pereira, é natural de Pão de Açúcar-AL, nascido em 05 de Janeiro de 1976. É escritor, historiador e acadêmico em Filosofia pela Universidade Federal de Sergipe;
Em 2017 tomou posse na Academia de Letras de Pão de Açúcar-AL, ocupando a cadeira de número 23, tendo como Patrono, Francisco Henrique Moreno Brandão.
Em 2020, no dia 01 de março, implantou o movimento literário e itinerante, Café poético e filosófico de Pão de Açúcar-AL, onde se tornou presidente de forma democrática.
Atualmente é membro correspondente de várias academias de letras do Brasil, entre elas a Academia de Artes, letras e ciências – Alpas 21 de Cruz Alta – RS e academia de artes, ciências e letras do Brasil – Alcibras ,Volta Redonda – RJ

 

Patrono

Graciliano Ramo

 

Graciliano Ramos (1892-1953) foi um escritor brasileiro. O romance “Vidas Secas” foi sua obra de maior destaque. É considerado o melhor ficcionista do Modernismo e o prosador mais importante da Segunda Fase do Modernismo.

Suas obras embora tratem de problemas sociais do Nordeste brasileiro, apresentam uma visão crítica das relações humanas, que as tornam de interesse universal.

Seus livros foram traduzidos para vários países e Vidas Secas, São Bernardo e Memórias do Cárcere, foram levados para o cinema. Recebeu o Prêmio da Fundação William Faulkner, dos Estados Unidos, pela obra “Vidas Secas”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>